Centro de Preparação para o Matrimónio,

CPM - Centro de Preparação para o Matrimónio

10:43 Branco Menta 0 Comments


Há uns tempos disse-vos que ia fazer um Curso de Noivos, que é "obrigatório" fazer para casarmos na igreja. Felizmente decidimos fazer esse "curso" através da paróquia da minha freguesia, que nos reencaminhou para a Paróquia de Santo António dos Cavaleiros.

Quando nos disseram que tínhamos que fazer um curso, pensámos logo que iriam ser os dias mais secantes das nossas vidas. Que nos iriam colocar em frente a um padre e falar sobre assuntos que pouco nos interessam. Chegámos lá meio reticentes, mas afinal de contas, até se fez bem.
Se foi útil? Mais ou menos. Não ouvimos nada de novo, mas ouvimos versões que nos poderão fazer reflectir no futuro sobre determinados assuntos.

Basicamente o "curso" que não é curso, chama-se CPM (Centro de Preparação para o Matrimónio), e tal como diz no site oficial - "tem como finalidade promover sessões com pedagogia e metodologia própria, baseadas na revisão de vida e testemunho vivencial (…), apoiados na reflexão e no diálogo conjugais.
O CPM pretende ajudar os noivos a:
* Preparar o seu matrimónio
* Reflectir sobre o seu noivado
* Dialogar sobre a validade das suas ideias e dos seus comportamentos"


Foram 4 dias (duas sextas e dois sábados) das 21h30 às 23h30. Não digo que não custou chegar a casa e ainda ter que ir para o CPM. Mas depois de lá estar, nem nos maçou.
Ouvimos o testemunho de vários casais que estão casados há muitos anos. E a sorte disto tudo é que os casais desta paróquia são cinco estrelas. Súper simpáticos e brincalhões. Falou-se de temas como:
- O porquê de termos escolhido casar na igreja:
- A importância do diálogo;
- A vida quotidiana do casal;
- A importância dos filhos na vida do casal:
- Os desenraizamentos;

Num dos dias fizeram uma pequena brincadeira onde cada um escrevia o que pensava que o/a companheiro/a gostava mais, comparando posteriormente as respostas. Estes jogos são interessantes para sabermos até que ponto conhecemos o nosso companheiro. Uma das perguntas era: "Qual a tarefa doméstica que menos lhe agrada?", deu mote para uma conversa sobre a importância do diálogo, sobre respirar fundo e não acusar logo o companheiro, sobre dividir tarefas domésticas, etc.

Noutro "jogo" havia perguntas como "gostamos de fazer compras juntos?", "qual dos dois gosta mais de gastar?", que são perguntas muito importantes, e que devemos reflectir quando pensamos viver com alguém. Temos que ter consciência que as nossas despesas vão mudar, e que a maioria dos casais se zanga por causa de dinheiro.

Bom, no fundo, como disse no início deste post, este CPM não trouxe nada de novo. Mas fez-nos pensar sobre certas situações que vamos apanhar enquanto casal que vai passar a viver junto.

Penso que estas reuniões são importantes, e que alguns casais deveriam participar antes de decidirem casar. Acredito que tenham sido poucos os que desistiram de casar depois dos CPM's, mas também acredito que tenha feito muitos casais dialogar sobre o que é o casamento, sobre o que têm que mudar e sobre o que têm que aprender a suportar.

You Might Also Like

0 comentários: