Dicas,

Mosteiro dos Jerónimos

19:07 Branco Menta 2 Comments


Este será um post informativo, para quem tal como eu quer casar no Mosteiro dos Jerónimos.
Ponderei várias vezes se deveria ou não ter um casamento religioso, por variadas razões. Mas sempre gostei imenso do Mosteiro dos Jerónimos como monumento, para além de ter sido a igreja escolhida pelos meus pais para dar o nó.

Casar no Mosteiro dos Jerónimos (ou na igreja Santa Maria de Belém) tem a parte boa por ser um local grandioso, emblemático, bonito e digno de um casamento de princesas. Mas por outro lado, tem aquela parte chata de termos que desembolsar uma nota preta. Não sei quanto custa casar numa igreja "normal", mas aqui posso dizer que paguei 180€ (sem música, sem decoração e sem o curso de noivos). Outro inconveniente é o facto de terem que esperar por Outubro do ano anterior ao do vosso casamento para poderem marcar a data.
Esta parte é chata porque eles nunca vos dão uma data certa de quando abrem as inscrições. Basicamente na última semana de Setembro têm que andar todo o santo dia a ligar para lá a perguntar quando abrem as inscrições. Assim que vos disserem a data certa, aconselho a estarem o mais cedo possível no cartório paroquial. Nós chegámos lá uma hora depois de terem aberto e já tinham imensos casamentos marcados (felizmente nenhum para a nossa data).
Dentro da data pretendida têm sempre duas horas à escolha: ao meio dia ou às 13h. Têm também a opção de escolher um casamento com missa, mas para isso têm que escolher o horário das 13h.
A decoração floral fica a vosso cargo, tendo em conta que as flores não são devolvidas (são uma "oferta" para a igreja). Se quiserem decorar os bancos ou colocar uma passadeira vermelha, isso sim têm que retirar no final e levar convosco.
Em relação à música, não podem escolher qualquer setlist :P Tal como nos foi indicado, as músicas têm que "exprimir a fé da igreja, não devendo existir no repertório nada de profano", ahahah. Bom... aqui também vão ter que abrir os cordões à bolsa. Se quiserem apenas música instrumental (do órgão da igreja), são 120€. Se quiserem um coro a acompanhar, são mais 170€. Se conhecerem alguém com curso superior de órgão (não fazia ideia que existia), podem sempre levar essa pessoa e a utilização do órgão fica por 50€. Também podem levar amigos que saibam cantar ou um coro contratado à parte. Mas têm que fazer um CV desse coro e dizer que músicas vão cantar/tocar. O pároco dirá se aceita ou não o vosso alinhamento.

Sabendo como eles são, uma das minhas perguntas foi: "posso trazer tatuagens à mostra?". A senhora ficou a olhar para mim (a tentar encontrar alguma tatuagem visível lol), e disse "bom, penso que não tem qualquer problema. A única coisa que diz aqui é que não pode vir com os ombros à mostra".
Ah ok!! Então se o meu vestido for cai-cai estou completamente tramada. Cai-cai e tatuagens à mostra, o padre vai passar-se lol
Mas vá, não acredito que me expulsem da igreja quando eu já estiver lá dentro lol

Fica então uma lista do que precisam realmente saber:
* as inscrições abrem em Outubro do ano anterior ao do vosso casamento;
* convém irem o mais cedo possível para não ficarem sem a vossa data;
* o valor para casarem na igreja do Mosteiro dos Jerónimos é de 180€ a 200€ (dependendo se são residentes dessa paróquia ou não);
* só existem dois horários: 12h e 13h;
* podem escolher casamento com missa (mas terá que ser no horário das 13h);
* flores ficam a vosso cargo (e não são devolvidas);
* passadeira vermelha e decoração dos bancos também é a vosso cargo (mas têm que levar convosco);
* música tem um preço acrescido: 120€ órgão | 170€ coro | 50€ utilização do órgão da igreja (apenas por alguém com curso superior de órgão);
* têm que fazer um curso de noivos (sim, são mesmo obrigados a fazer). E pelo que vi no site, tem um custo de 45€;
* não são obrigados a fazer esse curso na igreja Santa Maria de Belém. Podem fazer na igreja da vossa freguesia;
* depois de marcarem a data têm que ir à paróquia da noiva pedir para organizarem o processo de casamento (aqui vão pedir-nos mais um X, que nem quero imaginar quanto é);
* três meses antes da data, têm que ir à Conservatória do Registo Civil dizer que vão casar (não esquecendo de dizer que é também pelo religioso);
* 8 dias antes do casamento, têm que entregar toda a papelada acima indicada na igreja Santa Maria de Belém;
* não podem ir com, pés, ombros e costas descobertos;
* não podem ir com grandes decotes;
* o noivo não pode levar boné/chapéu/boina/etc;

Acredito que depois disto tudo, tenham perdido a vontade de casar no Mosteiro dos Jerónimos lol
Mas se é um sonho que têm desde pequenos, então sigam em frente. É o vosso dia e convém que seja tal como desejaram e sonharam a vida toda.

You Might Also Like

2 comentários:

  1. Já sabes que também casei nos Jerónimos. Na altura lembro-me que foram 100 euros e saiu consideravelmente mais barato que noutras Igrejas, principalmente considerando que estamos a falar de um monumento nacional.
    Vi várias outras Igrejas, todas em Sintra e na altura lembro-me que não se pagava quase nada para o padre rezar a missa (acho que 20 ou 40 euros) mas depois os noivos costumavam dar qualquer coisa para ajudar a Igreja. E o que é qualquer coisa...Pois é dar pouco parecia mal. Perguntei à senhora e ela falou-me em 100 euros :-o Depois havia a questão da carpete e das flores. Nos Jerónimos na minha opinião não é preciso nada disso. É lindissimo mesmo. O mesmo não se passa nas Igrejas que vimos, principalmente uma que era tipo recinto Igreja Universal. Resumindo, as flores e carpete saiem carissimas mesmo. Com uma agravante: é que como havia casamentos de hora em hora, mas não dava para estar a retirar e colocar tinha que me coordenar com as noivas que iam casar naquele dia, uma por sinal queria flores rosa (odeio rosa. lol). E mais, a florista deveria ser a X ou Y porque conhecia a Igreja e saberia onde poderia declarar, bla bla bla.
    Quanto aos ombros descobertos disseram-me o mesmo, levei o véu a cair pelos ombros e foi suficiente.
    Finalmente, o curso de noivos. É sempre obrigatório. Aqui em Macau, foi dois meses, duas vezes por semana. Acredita que preferia ter pago 45 euros para evitar o sofrimento. lol. Mas não paguei nada. Pela organização do processo também não me lembro de ter pago nada. Lembro-me que aí nos Jerónimos o padre era impecável e fiquei arrependida de não ter feito com ele. De qualquer maneira, nas freguesias pode-se fazer sim. Uma amiga minha diz que o dela foi um fim-de-semana com vários casais, com troca de experiências, etc e que até foi útil. Pode ser que tenhas sorte!
    E agora finalmente: parabéns! estou muito feliz por ti :-))) Viva a noiva!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A cena dos ombros é mesmo para o pessoal não ir com grandes decotes, digo eu... Não me vou preocupar com isso. Até porque, depois de estar lá dentro, ninguém me vai expulsar lol
      O problema do pagamento é que já foram 180€ e ainda vamos ter que dar mais 120€ pela música. Só os Jerónimos ficaram em 300€. Para além dos 45€ do curso. São 345€ (mas já ouvi dizer que há igrejas que não cobram nada). E depois ainda falta pagar aqui na minha igreja, por não casar por cá.
      A acrescentar, temos que pagar a papelada do civil lol. Eu sabia que ia ser caro, mas não tanto. Só igreja e civil vai andar à volta dos 500€. É muito!!!!!! Mas olha, tem que ser :P

      Obrigadaaaaaaaaaaaaaaa*****

      Eliminar